Mandato-relâmpago: Rio terá um novo governador por 48 horas

DESEMBARGADOR HENRIQUE FIGUEIRA

O Rio de Janeiro vai ter um governador de Estado com mandado fulminante: o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Henrique Figueira, assume no sábado e fica no cargo apenas até o fim do domingo.

Ele encara com bom humor o mandato relâmpago e a situação insólita tem explicações futebolísticas.

Tanto o governador Cláudio Castro quanto o presidente da Alerj, André Ceciliano, seu substituto oficial, viajam para Montevidéu para assistir à decisão da Libertadores da América entre Flamengo e o Palmeiras.

Atual chefe de gabinete do governador Cláudio Castro, Rodrigo Abel, comentou, também em tom brincalhão:

“Sou um privilegiado. Neste período que estou no palácio, já fui chefe de gabinete de três governadores: Cláudio Castro, André Ceciliano e agora o Dr. Henrique.”

O mandato é curto, mas pelo menos o café quente estará garantido.