Pedetista, Secretário de Estado, deputado Thiago Pampolha assume a defesa do movimento CastroLula: ” É o melhor caminho para o Rio”

Última atualização:

O movimento CastroLula, que reúne os adeptos das candidaturas de Cláudio Castro à reeleição e de Lula à Presidência da República, começa a romper o ambiente reservado dos bastidores da política para ganhar corpo em declarações textuais – diretas e incisivas. Pela primeira vez, um secretário do governador vem a público para apontar este caminho nas eleições de 2022.

Em entrevista ao programa Jogo do Poder, que vai ao ar no próximo domingo, o Secretário Estadual do Ambiente, deputado Thiago Pampolha, filiado ao PDT, defendeu o voto no governador e no ex-presidente. Em sua análise, o país caminha para recolocar Lula na Presidência da República. “Ele cresce exponencialmente e o atual presidente está estagnado. Há uma clara tendência neste sentido”, comentou.

Na sua opinião, a aliança informal entre Cláudio Castro e Lula será inexorável, dado que um expressivo grupo de políticos fluminenses, próximos ao governador, tem manifestado simpatia e apoio ao líder petista.

– O governador e o ex-presidente Lula tem muitos amigos em comum que já estão trabalhando na construção deste movimento – afirmou, após se incluir no grupo.

Filiado ao PDT, Pampolha admite que pode se ver obrigado a deixar o partido, se se confirmar a candidatura de Rodrigo Neves ao Governo do Estado. Entre o ex-prefeito de Niterói, a quem fez muitos elogios, e o governador Cláudio Castro, ele  não hesita:

– Fico com o governador, por lealdade e por convicção de que ele está fazendo um grande governo. É, portanto, a melhor alternativa para sociedade fluminense.

Pampolha disse também  que trabalha para atrair o PDT para chapa de Cláudio Castro, caso a candidatura de Rodrigo Neves não se confirme.

– Caso contrário, vou ver se o partido me libera. Se não conseguir, terei de buscar uma nova filiação partidária.

O Jogo do Poder vai ao ar no próximo domingo às 22h30, pela Rede CNT de Televisão