Bombeiro dos EUA vai combater incêndio e descobre no local que 10 mortos são da própria família

Harold Baker perdeu filho, filha, sogro, cunhado, cunhada, três netos e outros dois parentes na tragédia

Baker e o casa incendiada
Última atualização:

Três crianças e sete adultos morreram após um incêndio em uma casa no estado americano da Pensilvânia na madrugada de sexta-feira. Um bombeiro chamado ao local para combater as chamas descobriu que todas as vítimas eram membros da família dele.

Harold Baker, agente da Nescopeck Volunteer Fire Company, disse à agência de notícias Associated Press que os mortos eram filho, filha, sogro, cunhado, cunhada, três netos e outros dois parentes dele. O bombeiro contou que as três crianças mortas — dois meninos e uma menina — não moravam na casa, mas visitavam os familiares durante o verão.

— Não consegui entrar lá para salvá-los. Isso é o que me dói. Eu não pude entrar lá para salvá-los. Quando chegamos o lugar estava totalmente envolvido em chamas. Tentamos entrar, mas não havia como — lamentou o bombeiro em entrevista à emissora WNEP-TV.

A polícia estadual até o momento identificou as vítimas como Dale Baker, 19 anos, Star Baker, 22, David Daubert Sr., 79, Shannon Daubert, 42, Laura Daubert, 47 e Marian Slusser, 54.

— Quando viramos a esquina aqui na (Rua) Dewey, soube imediatamente qual era a casa. Estava no primeiro carro e, quando paramos, todo o lugar estava totalmente envolvido em chamas — disse Baker em entrevista ao jornal Citizens’ Voice.

O incêndio na casa localizada na comunidade rural de Nescopeck, a 150 km da Filadélfia, começou por volta das 2h30 no horário local. Conforme a polícia, os corpos foram recuperados com a ajuda de cães farejadores. Três adultos conseguiram escapar em segurança.