Castro sobre mortos no Salgueiro: “Não apoiamos erros nem atitudes delituosas, se alguém errou, será punido.”

Mas governador disse que quem vai camuflado para um mangue não vai com boas intenções: “Se o sujeito foi lá, não foi para fazer coisa boa no local”

Última atualização:

O Governador Claudio Castro informou, em entrevista coletiva hoje à tarde, que o Governo “tem trabalhado todos os dias para melhorar a ação das nossas polícias”. Castro enfatizou que discorda de quem diz que ações como a do Complexo do Salgueiro ou a do Jacarezinho, realizada em maio, são recorrentes.

— No Jacarezinho, o que se viu foi o cumprimento de uma ação judicial. No Salgueiro, vemos uma operação da Polícia Militar. Não apoiamos erros e nem atitudes delituosas, se alguém errou, será punido.

No entanto, o governador fez questão de registrar que ninguém é criança e que é sabido que quem vai camuflado para um mangue não vai com boas intenções. “Se o sujeito foi lá, não foi para fazer coisa boa no local”, reafirmou.

Castro disse ainda que o Governo se esforça para cumprir as exigências estipuladas para realizar operações policiais em regiões conflagradas.

— Estamos, através da Procuradoria Geral do Estado (PGE), debatendo esses temas. Já compramos as câmeras de corpo para os uniformes dos agentes de segurança e, em breve, apresentaremos nosso programa de enfrentamento à violência nas comunidades — prometeu.