Exame/Ideia: dispara desaprovação a Bolsonaro no Sudeste e Nordeste, as duas regiões que decidem a eleição

Para ganhar as eleições de 2022, duas regiões são consideradas essenciais: Nordeste e Sudeste. Juntas, elas concentram quase 150 milhões de habitantes, o equivalente a 70% da população brasileira, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). É justamente nesses dois locais onde a desaprovação do governo do presidente Jair Bolsonaro é maior, se comparado com outras regiões.

Segundo dados da mais recente pesquisa EXAME/IDEIA, 66% dos nordestinos desaprovam o governo de Bolsonaro. Em janeiro, este percentual era de 40%. Já no Sudeste, são 54% as pessoas que não aprovam a maneira como o presidente administra o país. No começo do ano, eram 35%.

A pesquisa é um projeto que une EXAME e o IDEIA, instituto de pesquisa especializado em opinião pública. A sondagem ouviu 1.277 pessoas entre os dias 18 e 22 de novembro. As entrevistas foram feitas por telefone, com ligações tanto para fixos residenciais quanto para celulares. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Maurício Moura, fundador do IDEIA, classifica como “preocupante” o cenário, em especial no Sudeste, porque é onde vive a maior parcela dos eleitores do país. “Bolsonaro continua com avaliações bastante estáveis nas últimas semanas, mas estáveis do ponto de vista negativo, de avaliação ruim e péssimo muito altos”, diz.

Veja os gráficos por região nas duas últimas pesquisas: