General de direita Santos Cruz, ex-bolsonarista e amigo de Ciro, quer que candidato do PDT aceite ser vice de Moro

GENERAL SANTOS CRUZ, AMIGO DE CIRO, QUER VÊ-LO SUBORDINADO A MORO

O general Carlos Alberto Santos Cruz, ex-ministro de Bolsonaro, está tentando convencer Ciro Gomes a ser vice do ex-juiz Sergio Moro, suordinando-se ao ex-juiz condenado por suspeição.

A fritura da candidatura de Ciro já encontra respaldo em setores do PDT e se transformou numa estratégia de Sérgio Moro para crescer.

Segundo Guilherme Amado, do Metrópoles, Ciro e o general que participou da eleição de Bolsonaro têm mantido uma relação próxima. Eles estiveram juntos em três encontros virtuais recentemente.

Ciro até convidou o militar para um chá em sua casa, no Ceará, mas Santos Cruz não pôde comparecer.

Em outra ocasião, eles se encontraram em um evento fechado com apoiadores. No encontro, o general rompido com Bolsonaro sugeriu a Ciro ser vice de um candidato mais competitivo.

“Ciro tergiversou, mas respondeu que está disposto a dialogar com a centro-direita”, destaca a coluna.

Com o ex-juiz Sergio Moro no páreo, o pedetista perdeu espaço entre os nomes da terceira via.