Lula tem apoio de 9 partidos, Bolsonaro consegue três siglas, Ciro só seu próprio PDT, após fim do prazo das convenções

O ex-presidente tem apoio de oito partidos, além do PT. Bolsonaro (PL) é apoiado por mais dois. Tebet (MDB) tem apoio de mais três. Ciro só tem o apoio da sua própria legenda

Lula tem apoio de 9 partidos

A candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) terá o apoio de mais oito partidos – PSB, PCdoB, Solidariedade, PSOL, Rede, Avante, Agir (antigo PTC) e PV. Juntas, as legendas elegeram 130 deputados, 12 senadores e oito governadores em 2018. A bancada na Câmara é o principal critério para a divisão do tempo de propaganda eleitoral na rádio e na TV.

Jair Bolsonaro (PL) terá o apoio do PP e do Republicanos. Em 2018, o PL e as outras duas legendas elegeram 101 deputados, sete senadores e um governador, de acordo com informações publicadas pelo jornal O Estado de São Paulo

A presidenciável Simone Tebet (MDB) terá o apoio do PSDB, do Cidadania e do Podemos. Os quatro partidos elegeram 82 deputados, seis governadores e 11 senadores há quatro anos. 

O presidenciável Ciro Gomes tem somente o apoio do seu próprio partido, o PDT. O partido elegeu 28 deputados, dois senadores e um governador em 2018.

Soraya Thronicke tem apenas o União Brasil. O vice será Marcos Cintra, ex-secretário especial da Previdência no Governo Bolsonaro. Mas, mesmo sem fechar aliança com nenhum outro partido, sua sigla, resultado da fusão entre PSL e DEM, elegeu 81 deputados, oito senadores e cinco governadores em 2018.