Operação contra pornografia infantil prende 29 pessoas no Brasil e no exterior

Ao todo, foram expedidos 163 mandados de busca e apreensão

policiais em ação

O Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) deflagrou, nesta quinta-feira (30), a nona fase da operação “Luz na Infância, de combate à pornografia infantil. Até as 11h da manhã, 26 pessoas tinham sido presas em flagrante no Brasil e três, no exterior – duas no Equador e uma na Costa Rica.

Segundo a pasta, o objetivo é identificar autores de crimes de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes praticados na internet. Ao todo, são 163 mandados de busca e apreensão, cumpridos pelas polícias civis estaduais, sob coordenação do ministério, nos seguintes estados:

  • Alagoas
  • Bahia
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso do Sul
  • Mato Grosso
  • Pará
  • Paraíba
  • Paraná
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • São Paulo

Além disso, também estão sendo realizadas buscas em outros seis países. São eles:

  • Estados Unidos
  • Equador
  • Costa Rica
  • Paraguai
  • Panamá
  • Argentina

Os presos nesta quinta foram detidos em flagrante, após serem pegos com imagens de pornografia infantil.

De acordo com o coordenador do Laboratório de Operações Cibernéticas do MJSP, Alessandro Barreto, o número de presos deve aumentar no decorrer do dia. “Porque é preciso acessar o computador do investigado pra identificar elementos do flagrante”, explica.

Barreto alerta que os pais devem se manter atentos sobre o comportamento dos filhos na internet.

“Desde o começo da pandemia, as crianças estão cada vez mais conectadas. E quanto mais você está conectado, mais está exposto ao crime. Por isso, os pais precisam estar cada vez mais vigilantes. Pais e mães, conversem com seus filhos. Fiquem vigilantes, é importante”, diz.