PDT oficializa Cabo Daciolo como candidato ao Senado pelo PDT na chapa de Rodrigo Neves

O diretório fluminense do PDT confirmou nesta sexta-feira (5) que Cabo Daciolo será o candidato do partido ao Senado. Daciolo, que disputava a vaga com Ivanir dos Santos, agora vai compor a chapa majoritária da sigla com o candidato pedetista ao governo do estado, Rodrigo Neves, e com seu vice, Felipe Santa Cruz (PSD), apadrinhado pelo prefeito do Rio Eduardo Paes (PSD), informou O Globo.  A definição do nome pedetista para a disputa a cadeira no Senado pelo Rio de Janeiro vinha se arrastando há meses, em meio à um imbróglio entre Ivanir e Daciolo para ocupar a vaga. Para solucionar o impasse, o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, chegou a propor um mandato compartilhado, com comunhão de propostas entre os nomes da composição e promessa de renúncia do cabeça de chapa após quatro anos. Sem consenso sobre quem seria o cabeça de chapa, no entanto, o acordo não avançou.

A escolha por Daciolo agrada uma ala mais pragmática do PDT, que avalia que seu nome tem maior viabilidade eleitoral. Para esse grupo, além de reforçar o palanque para o presidenciável Ciro Gomes, sua entrada no meio evangélico pode retirar votos de candidaturas conservadoras e ligadas ao presidente Jair Bolsonaro (PL).