Pressionado, Alcolumbre anuncia sabatina de Mendonça, entre 30 de novembro e 2 de dezembro, cinco meses depois da indicação

Última atualização:

O senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), presidente da Comissão de Constituição e Justiça do Senado, anunciou nesta quarta-feira (24) que o ex-ministro André Mendonça, indicado pelo presidente Bolsonaro para o Supremo Tribunal Federal (STF), deverá ser sabatinado pelo colegiado na próxima semana.

O anúncio de Alcolumbre ocorre após pressão, do governo e de senadores, para que a indicação de Mendonça seja analisada. O ex-ministro da Justiça foi indicado para o cargo há 5 meses,

Desde então, por ter prerrogativa para marcar a sabatina,  Alcolumbre vinha protelando a data,  Depois da CCJ, o nome de Mendonça, se aprovado, ainda precisa passar pelo plenário do Senado.

“Espero que a gente possa fazer na semana do esforço concentrado, além de todas as autoridades no plenário, as outras sabatinas. A gente precisa ter o tempo nesses quatro dias para fazer sabatinas, teve sabatina que durou 18 horas. Quero anunciar que vamos fazer de todas as autoridades que estão aqui”, afirmou Alcolumbre.