Suspensas cirurgias eletivas por 30 dias por causa de aumento de casos de Covid-19

Decisão foi tomada no Rio e em todo o estado. Profissionais de Saúde afastados por gripe chega a 20%

A Prefeitura do Rio e o Governo do Estado anunciaram, nesta sexta-feira, que irão interromper todas as cirurgias em hospitais e unidades de saúde da rede pública municipal e estadual.

A medida suspende por 30 dias os procedimentos de maior complexidade, devido ao risco de contágio de covid-19 nessas unidades.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, os hospitais administrados pelo governo tem 20% da sua força de trabalho afastada de suas atividades por conta de diagnósticos de covid-19.

A decisão de suspender os procedimentos deve amenizar o impacto da falta desses profissionais da saúde, entre eles médicos, enfermeiros, técnicos e equipe administrativa. 

No município, o número de profissionais afastados no último mês, entre a semana passada e dezembro, foi de 5,5 mil profissionais de saúde estavam afastados de suas atividades por diagnósticos de síndromes gripais, entre covid-19 e influenza. O número representa 20% da equipe que atua na rede municipal.

* Com informações de O Dia