Velório e enterro de Jô Soares serão restritos a familiares e amigos; corpo deixou hospital para local não informado

Última atualização:

O corpo do apresentador Jô Soares deixou na manhã desta sexta-feira (5) o Hospital Sírio Libanês, no Centro de São Paulo, onde o humorista faleceu durante a madrugada.

O hospital não informou o local do velório e do sepultamento do artista, que será restrito apenas a familiares e amigos íntimos do comediante. O corpo deixou o local, no bairro da Bela Vista, por volta de 10h38.

Apresentador, humorista, ator e escritor Jô Soares morreu às 2h30 desta sexta-feira, aos 84 anos. Considerado um dos maiores humoristas do Brasil, o apresentador do “Programa do Jô”, exibido na TV Globo de 2000 a 2016, estava internado desde 28 de julho no Hospital Sírio-Libanês, na região central de São Paulo.

O anúncio da morte foi feito por Flávia Pedra, ex-mulher de Jô, e confirmada em nota pela assessoria de imprensa do Hospital Sírio-Libanês.

Por causa do falecimento do artista, o governador de SP, Rodrigo Garcia (PSDB), decretou luto oficial de tr~es dias no estado.

Nos últimos 25 anos, Jô ficou conhecido por ser o apresentador do talk-show mais famoso do país. Na TV Globo, estrelava o “Programa do Jô”, exibido de 2000 a 2016.

Considerado pioneiro do stand-up, também se destacou por ser um dos principais comediantes da história do Brasil, participando de atrações que fizeram história na TV, como “A família Trapo” (1966), “Planeta dos homens” (1977) e “Viva o Gordo” (1981). Além disso, escreveu livros e atuou em 22 filmes.