Vereador de Niterói, Douglas Gomes é condenado a prisão por ataques transfóbicos a colega

O VEREADOR CONDENADO
Última atualização:

O vereador de Niterói Douglas Gomes (PL) foi condenado a 1 ano e 7 meses de prisão por ataques transfóbicos contra a colega de Câmara Municipal Benny Briolly (PSOL-RJ). 

A decisão foi proferida pela 2ª Vara Criminal de Niterói. Douglas Gomes chamou Benny, vereadora trans, de “homem”. Além disso, em uma discussão no plenário da Câmara, em março do ano passado, o vereador chamou Benny de “vagabundo”, “moleque” e “seu merda”.

A vereadora, que chegou a deixar o Brasil por um período como medida de segurança, comemorou a decisão. Segundo ela, Douglas Gomes é o primeiro parlamentar do Brasil a ser condenado por crime de transfobia.

— Pela primeira vez na história do Brasil nós conseguimos condenar um parlamentar pelo crime de transfobia. O sentimento é de justiça sendo feita, é saber que aquele que cometeu esse crime contra o meu corpo, e que incentiva outras pessoas a fazerem o mesmo, vai responder pelo seus atos — afirma Benny.