Cláudio Castro deve escolher o promotor Luciano Mattos para a comandar o MP

Última atualização:

RICARDO BRUNO


O governador Cláudio Castro deve escolher o promotor Luciano Oliveira Mattos para ocupar a Procuradoria-Geral de Justiça. Ele foi o mais votado da lista tríplice do Ministério Público: obteve 31% dos votos contra 29% da procuradora Leila Machado de Souza e 24% de Virgilio Panagiotis. Castro vai anunciar a escolha até a próxima sexta-feira, 8 de janeiro.

Ligado ao ex-procurador-geral Marfan Vieira, Luciano deve ser o escolhido por duas razões básicas, a principal delas é o seu perfil moderado, o que lhe garante trânsito em todos grupos do Ministério Público. Luciano é ao mesmo tempo rigoroso profissionalmente e afável no trato pessoal. Seu nome tem a simpatia também de setores do Tribunal de Justiça e de lideranças políticas que admiram sua enorme capacidade de diálogo.

De resto, a seu favor pesa também o fato substantivo de ter sido o mais votado. Se a escolha de Claudio Castro recair sobre seu nome, como apostam fontes com trânsito no Palácio Guanabara, estará se confirmando a tradição democrática, bem-vinda ao MP institucionalmente, de se optar pelo primeiro colocado. E terá sido atendido pleito formulado pelos próprios postulantes, que, antes da eleição, fizeram pacto de recusar a indicação se o escolhido não for o mais votado.