Delegado da PF Victor Poupel é o novo Secretário de Administração Penitenciária

Última atualização:

O governador Cláudio Castro nomeou na manhã desta terça-feira o delegado da Polícia Federal Victor Hugo Poupel na Secretaria de Administração Penitenciária, em substituição a Raphael Montenegro, preso na operação Simonia, por supostamente estar envolvido em negociações ilícitas com chefes do Comando Vermelho.

A decisão de substituir Raphael Montenegro já estava tomada desde semana passada, após divulgação na imprensa das relações inadequadas do secretário, envolvido também na liberação de um perigoso traficante – o Abelha – a despeito da existência de mandados de prisão contra o criminoso.

O governador estava apenas aguardando a liberação de Victor Poupel pela Polícia Federal para proceder a troca, o que ocorreu no início da noite desta segunda-feira. Hoje pela manhã, com data retroativa de 16 de agosto, foi publicada a exoneração.

Enteado do desembargador federal aposentado Abel Gomes, Raphael Montenegro foi um dos advogados da campanha de Wilson Witzel; entrou na administração estadual pelas mãos do então Secretário de Governo Cleiton Rodrigues, que, para supostamente se blindar, queria ao seu lado alguém que tivesse  linha direta com o comandante da Lava Jato no Rio, à época o relator Abel Gomes. Meses depois, Montenegro acompanharia Cleiton, indo também para a Secretaria da Casa Civil, onde permaneceu na gestão de André Moura.

Enteado de Abel Gomes e filho da desembargadora Jacqueline Montenegro, do Órgão Especial do Tribunal de Justiça, Montenegro era tratado como garantidor da transparência na gestão pública. Em meio à torrente de denúncias contra políticos no período lavajatista, era estratégico, na visão dos ocupantes do Palácio Guanabara, ter alguém na administração com o perfil de Montenegro – umbilicalmente próximo ao núcleo de comando das frentes de combate à corrupção.