Namoro entre Castro e Paes pode acabar em casamento nas eleições de 2022

Última atualização:

O governador Cláudio Castro deu mais uma demonstração de boa vontade com o prefeito Eduardo Paes hoje em reunião no Palácio da Cidade. Além do repasse dos R$ 5,4 bilhões já anunciados da concessão da Cedae, anunciou a liberação de mais R$ 400 milhões para a prefeitura aperfeiçoar o sistema de regulação dos hospitais e fez previsão de um novo repasse com o leilão do lote remanescente de Cedae – o três – de mais R$ 800 milhões. O somatório chega a R$ 7,5 bilhões  – montante suficiente  turbinar a administração de Paes com pacote de investimentos impactantes.

As reiteradas manifestações de atenção aos pleitos de Eduardo Paes têm sido retribuídas com elogios públicos do prefeito ao governador. A troca de afagos animou o núcleo duro do Palácio Guanabara que vislumbra neste affair o início de um namoro político com vistas às eleições de 2022. As conversações, contudo, devem ser maturadas no tempo. Por enquanto, existem apenas as pré-condições para uma eventual aliança.

Nesta segunda-feira, Paes recebeu um cheque de R$ 3,7 bilhões das mãos do governador, referente à primeira parcela prevista. Até 2024, este valor deve somar R$ 5,7 bilhões. Em 2026, totalizará 6,7 bilhões

Infraestrutura, Saúde e Educação, sempre em áreas de maior carência, são os focos principais do plano de investimentos para a capital anunciado a pelo secretário de Fazenda, Pedro Paulo (PSD). De acordo com ele, a fila do Sisreg, que hoje é de 800 mil pessoas, deve ser zerada em 18 meses, a partir do ano que vem (ainda sem data certa). A Prefeitura pretende criar centros especializados em cirurgias e atendimentos.

O tempo médio de espera no Sisreg chega a 65 dias, para consultas, e 36, para exames, mas, na prática, o chá de cadeira pode levar mais de dois anos. É o caso de uma confirmação de suspeita de glaucoma, por exemplo (760 dias), ou da avaliação de problemas com as pálpebras (para adultos, até 1.072 dias). Uma cirurgia de catarata, por sua vez, chega a quase cinco meses (138 dias).

Eduardo Paes reiterou a importância da união entre Governo e Prefeitura.

— O momento é de diálogo, é de união. Não adiantaria uma guerra de liminares. Precisamos fazer a cidade, o estado, andarem, progredirem.

Principais projetos:

  • Jardim Maravilha – R$ 300 milhões – Parque Linear integrado e drenagem
  • Acari – R$ 400 milhões – Parque Linear integrado e drenagem
  • Sistema Lagunar Jacarepaguá e Vargens – R$ 360 milhões – qualidade ambiental integrada do sistema lagunar
  • Irajá – R$ 130 milhões – parque às margens do rio Irajá e ações de drenagem
  • Transferência de renda – R$ 600 milhões
  • Sisreg Fila Zero – R$ 1,1 bilhão
  • [email protected] 2.0 – R$ 260 milhões – estudantes conectados na escola e fora dela
  • Habitação social – R$ 100 milhões
  • Bairro Maravilha – R$ 200 milhões – requalificação urbana de vias públicas
  • Economia do Cuidado Carioca – R$ 50 milhões – políticas públicas para o idoso
  • Recuperação de Aprendizagem – R$ 428 milhões – reforço escolar
  • Escolas nas Férias – R$ 245 milhões
  • Retomada Verde Carioca – R$ 255 milhões
  • Empregos Verdes Cariocas – R$ 50 milhões
  • Alfabetização Tecnológica – R$ 50 milhões
  • Ginásios Experimentais de Tecnologia – R$ 230 milhões
  • Escolas Cariocas Sustentáveis – R$ 506 milhões
  • Fundo Futuro Rio – R$ 400 milhões até 2026- fundo municipal