SINAL VERMELHO. Internação hospitalar por conta da covid cresce 800% no Rio

No Hospital Ronaldo Gazolla, a expectativa é de que no começo da noite desta quinta-feira chegue a 100 pessoas internadas.

Última atualização:

Em apenas uma semana, o número de internações hospitalares por conta covid saltou de 34 para 303 leitos ocupados e na fila de regulação, um aumento de 800%.

O Hospital Municipal Ronaldo Gazolla – que já foi referência para o tratamento da doença – voltou a receber pacientes. Mês passado não havia mais pacientes internados com covid. A expectativa é de que no começo da noite desta quinta-feira (13) chegue a 100 pessoas internadas.

– Há cerca de 5 dias, a gente está recebendo apenas pacientes acometidos pela Covid. Dos pacientes internados hoje, eu tenho 44 pacientes que estão em unidades de terapia intensiva. Em torno de 60% dos pacientes estão em unidade de terapia intensiva. Fica bem claro que o paciente que chega em condições mais graves ou o paciente que agrava mais é aquele que não se vacinou ou aquele que teve o seu esquema vacinal de forma incompleta –  explica diretor do Ronaldo Gazolla, Roberto Rangel.

O estado do Rio de Janeiro registrou mais 12.837 novos casos conhecidos de Covid nesta quinta-feira (13). O número é considerado um recorde desde o início da pandemia – já houve dias com mais registros, mas foram atribuídos anteriormente ao represamento de dados.

Só de manhã tinham sido registrados quase mais 12 mil casos. Há três dias consecutivos, a capital bate recorde de casos.

Agora, o Rio está com a média móvel de 7.695 novos casos por dia, uma variação de + 1633%.

Também foram registradas 12 óbitos, o que deixa a média móvel de mortes em -31% em relação a registrada há 2 semanas.

Número de crianças internadas também aumentou

A quantidade de crianças hospitalizadas também chama atenção: 13 no total. Três delas estão na faixa etária que poderão se vacinar a partir de segunda-feira (17). Das cinco que têm menos de um ano, uma está na UTI.

O primeiro lote da vacina da Pfizer pediátrica chegou ao Brasil na madrugada desta quinta-feira (13). A Secretaria Estadual de Saúde prevê o recebimento de 93,5 mil doses nesta sexta-feira (14).

Com informações do G1